O leiloeiro é o profissional responsável por intermediar os leilões e por possibilitar a compra e a venda de inúmeros bens de forma rápida, transparente e segura. Essa mediação envolve não apenas o período em que o leilão de um bem está aberto, como também todo o período que antecede o leilão em si, de modo a conseguir as melhores condições tanto para o vendedor quanto para o futuro comprador. É ele quem faz a conhecida contagem regressiva para instigar os participantes e bate o martelo quando um bem é finalmente arrematado.

Quanto ganha um leiloeiro?

Embora não deva ser uma informação primordial para iniciar em qualquer profissão, saber quanto um leiloeiro ganha, por exemplo, é importante para quem deseja começar uma carreira nesse ramo. A Lei determina que o leiloeiro receba até 5% sobre o valor do bem vendido.

Para você ter uma ideia do que isso representa, se um imóvel foi arrematado por R$ 500.000,00, a comissão do leiloeiro é de R$ 25.000,00. Imagine vender vários imóveis e outros bens em único mês: os ganhos financeiros na profissão podem ser muito altos.

Como me tornar um leiloeiro?

A profissão de leiloeiro tem um amplo respaldo legal que garante as condições de trabalho da categoria, oferecendo segurança e garantias para todos os envolvidos no processo: leiloeiros, empresas gestoras de leilão e compradores. Além disso, os ganhos financeiros podem ser muito altos e positivos.

Para se tornar um leiloeiro, é preciso seguir alguns critérios que são estabelecidos por Lei. São os seguintes:

· Ter pelo menos 25 anos de idade;

· Ser um cidadão brasileiro;

· Não ter falta

· Caso tenha decretado falência ou sido condenado por algum crime de ordem falimentar, estar plenamente reabilitado;

· Não estar sob a condenação de nenhum crime que impossibilite a execução de trabalhos de ordem comercial;

· Não fazer parte de qualquer tipo de sociedade;

· Não atuar como comerciante;

· Residir a pelo menos cinco anos no estado que se pretende trabalhar;

· Não ser matriculado na profissão de leiloeiro em outro estado;

· Ser civil e criminalmente idôneo.

Atendidas as exigências legais, o interessado precisa se inscrever como leiloeiro na junta comercial do Estado em que deseja atuar. Para trabalhar com leilões não é necessário ter curso superior, mas é indicado que o candidato faça alguns cursos na área, para aprofundar os conhecimentos.

 

 

Confira as oportunidades da Lut Gestora de Leilões.